Visitas

Assim te quero
Assim mesmo
Ah, sim!
É cisma
Desejo barato
Corriqueiro
Teimosia
Quero por que quero
Insistência
— bobagem a resistência —
Pode ser pela tua beleza
[que eu mesmo construí]
Pode ser pela tua inteligência
[te quero inteligente e pronto]
Pode ser por esse teu jeito
Que me faz rir e me deixa feliz
[Insana felicidade infeliz]
Pode ser por esse gosto de carne
Que temos inerente à espécie
E que quero provar
Crua, nua
Peça de açougue
[desejo estranho esse]
Quero porque decidi te querer
Não sei se te amo
Provavelmente, não
— O amor é ridículo —
Quero-te como quis a tantas
E hei de outras querer
Porque enjoa-se da mesma carne
Depois de tê-la à mesa demasiado
E à cama embriagado
Quero-te porque escolhi te amar
E porque já não possuo
As chaves de tua cela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário