Visitas

Quando cortas
A carne que tremita
― e frêmita ―
Agonizo em olhos teus
Morte sob perspectiva
Assim eu sei
Que te dei prazer

Nenhum comentário:

Postar um comentário