Visitas

Imagino-te um carrilhão
Dou-te corda
E sempre atrasas
Ao som dos quartos
Meias e cheias
Estou ausente

Nenhum comentário:

Postar um comentário