Visitas

Desisti de escrever-te nua
Não quero mais imaginar a impureza tua
— comigo —
Impossível
O branco das nuvens
Me faz lembrar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário