Visitas

Um corte no lábio - teu nome
Sangrou-me às palavras
Desta dor, escravas
E a boca minguou-me à fome
Do teu amor

Um rasgo na pele - teu toque
E me esvaio em paixão fluida
Fissura de tudo - em choque
Razão e emoção moídas
Destrói-me o rancor

E vens ao quarto - enfermeira
Aplica-me unguentos de beijos
Sei bem - paixão derradeira
Sozinho ao lado dos leitos
De teus todos outros amores

Nenhum comentário:

Postar um comentário