Visitas

Por um Fio

O fio borda o sorriso
O coração transborda
O amor, à borda
Aborda-me à cama
E trama
O bordado de pernas
Ponto em cruz, crochê
O prazer por um fio
De contas que enfeita o colo
Beijos de bijuterias
Bajulações de abajur

O fio que cerra o pranto
Desenha só risos do olhar
Franze a testa
Prazer rascunhado
Circunscreve-te a silhueta
Meada carnal:
Achei-te o fio!

Por um fio a lua não é nova
A boca não prova
Nem reprova
A tessitura desta trova
Poeta-aranha
Verso-teia

Teus fios emaranhados
Fugidios, coxas-fortaleza
Baixo-ventre-tapeçaria
Penélope, artesã

Pôr um fio à lua nova
Afiada cimitarra
Separados
Desbastados

Por um fio

Nenhum comentário:

Postar um comentário