Visitas

Agora sei que embora musa
Te irrita e te perturba
Que outra qualquer me tenha
Em sonhos e camas que não sejam teus

Sem nenhuma vergonha vieste
Por entre lençóis te meteste
Passando-te por quem não eras
Rainha morta, rainha posta

Assumiste o comando da cama
Não era meu mais o sonho
Me convenceste com o gosto
Do beijo a deixá-la deitar-te ao deleite

Já livres os dois das cobertas
Dois corpos oníricos nus
Bastou que eu quisesse tocá-la
Despertei ou por ti despertado

Se não sonho contigo apareces
Se te aceito no sonho espaireces
E se quisesse fazer-te real?
Qual de nós sonharia com qual?

Nenhum comentário:

Postar um comentário