Visitas

Se minto e digo o que sinto
Por ti, mentira maior,
Deixo de escrever o que invento
E tento, na tinta
Sobreviver ao que não é mais vivo:
O que sinto

E morreremos todos
De amor
De mentira

Nenhum comentário:

Postar um comentário