Visitas

O caminho da lágrima
É o carinho na pátina
Deste rosto que já foi tela
Da tua arte e hoje
Perece à vela
E às rosas
De um quadro
Que ninguém pintou

Nenhum comentário:

Postar um comentário