Visitas

Desejos correm pelas savanas
Vão soltos, selvagens, sacanas...
De repente a surpresa
De um par de presas
Que nos morde, perfura e come
E some

É sempre o dia da caça
Cada vez que você me abraça



Nenhum comentário:

Postar um comentário