Visitas

Eu podia só ter dito
Que te quero a meu lado
Num por-do-sol bonito
Contigo abraçado

Mas logo viria o escuro
Da noite mais intensa
E o beijo que procuro
Voltaria a ser ausência

Eu deveria ter dito
Que te quero a meu lado
Num nascer-do-sol bonito
Contigo abraçado

Pois logo viria a claridade
Do dia mais iluminado
E o beijo de que senti saudade
Finalmente — e para sempre
Seria dado

Entre o por-do-beijo
E o nascer-do-amor
É preciso dormir o sono
Das estrelas, do abandono


Nenhum comentário:

Postar um comentário