Visitas

Prefiro a morte
A amar-te
Outra (primeira) vez
Pois na morte encontro a paz
Que seu coração não faz
Questão de me conceder
A este liberto enlutado
Que não mais te deseja (vi)ver

Nenhum comentário:

Postar um comentário