Visitas

Se te escrevo em desejo
Hei de virar a página
E logo a linha da repulsa
Inicia a página outra

Ou te resenho em ódio
Que há de logo se acabar
Ao pé da página prima
O amor te espera na seguinte

Ah, se arrancar páginas
Fosse arrancar suspiros...
O mais roto dos livros
Seria o mais ígneo affair

Não é por acaso
Que a mesma folha
Tem duas páginas
E o nosso livro, várias

Nenhum comentário:

Postar um comentário